sábado, 15 de março de 2014

Mulher e o amor



Gerando o Sagrado - Mulher e o Amor

Achar que o orgasmo da mulher começa pela sua Yoni, é esquecer que a Mulher é um Todo.
Muitos homens e mulheres lutam para proporcionar prazer a uma mulher, concentrando- se na sua Vagina. Devemos lembrar que o prazer da mulher começa pelo Sentir. 
Sentir-se amada, desejada por ela e pelo outro (a). 
Sentir seu corpo, sua pele uivarem, entrelaçando-se alma com alma, corpo com corpo.
O Orgasmo da Mulher começa pelo coração, pela abertura que a mesma da para o parceiro (a). A mulher conhece o que lhe da prazer quando ela permite-se sentir o seu proprio prazer, o seu cheiro.
Precisamos deixar de lado a idéia, que quem conhece o corpo da mulher é outro. A mulher é conhecedora de si e do seu Templo Sagrado, deixar o seu prazer das mãos do outro é anular a Magia que existe em ser Mulher.
Quando Ela permite-se vivenciar e sentir a sua doçura, ela liberta as algemas da castração que foi lhe imposta, fazendo- a acreditar que ela não é livre para sentir prazer.
A partir do momento que a Mulher se auto conhece, ela começa a sentir que o seu prazer começa pelo amor proprio que ela tem por si, e que o outro ja não é mais o objeto principal do seu prazer. Ela é dona de si.
Quando ela conhece-se, ela permite viver suas entrelinhas, seu instinto e possibilita ao outro o encontro e a entrada à sua morada, mostrando qual o caminho que deve ser percorrido.
Sentir-se desejada por Ela, permite que a mulher se abra para receber o Amor do outro. Ela só consegue receber o Amor, quando ela se sente merecedora do mesmo.
Achar que a Vagina da Mulher é separada do seu coração, é continuar vivendo em um mundo aonde valoriza-se a Mulher como objeto sexual e não Sagrado.
Quando a Mulher percebe que sua Yoni é parte do seu coração, ela sente e desperta o Sagrado que há em ser Femea, ela enxerga que a sua Sexualidade é a sua energia de Vida, e toma pra si de volta o seu Poder, mostrando para o outro que o seu corpo é o seu Templo Sagrado, e o seu Orgasmo é a conexão com a Divina Deusa que habita em sua essência

Carol Shanti




Nenhum comentário:

Postar um comentário